top of page

Liturgia Diária 28/06

Dia 28 - quarta-feira: Gn 15,1-12.17-18; Sl 104(105); Mt 7,15-20.

Cuidado com os falsos profetas! (v.15). Quem são os falsos profetas contra os quais Jesus previne os seus discípulos? O verdadeiro profeta é portador da Palavra de Deus; fala e age por inspiração de Deus, por isso, o que ele diz se realiza. O Deuteronômio dá o critério para reconhecer o falso profeta: usa o nome de Deus, mas na verdade a palavra é sua, por isso não se realiza o que ele profetiza (cf. Dt 18,22; cf. 13,2-6). No início da Igreja, como em todos os tempos até os nossos dias, havia pessoas que confundiam os fiéis e os induziam a uma falsa doutrina e, com isso, criavam divisões na comunidade. Eis os falsos profetas. O autor da segunda carta de Pedro diz que eles são avarentos e usam das pessoas ao invés de servi-las: por avareza, procurarão, com discursos fingidos, fazer de vós objeto de negócios... (2Pd 2,1-3). É preciso prudência e discernimento para não se deixar enredar por discursos aparentemente persuasivos. É o testemunho e a coerência da vida cristã que dá credibilidade ao ensinamento transmitido. O autor da carta de Tiago, contra os pretensiosos, ou se quiserem, os falsos profetas, afirma: Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo bom comportamento suas obras repletas de docilidade e sabedoria (Tg 3,13).

Comments


bottom of page