09 de setembro – Dia de São Pedro Claver

Exemple

Aethiopum semper servus

São Pedro Claver foi um jesuíta espanhol missionário em Cartagena (Colômbia). Nascido em junho de 1580, Claver chegou à América ainda estudante, com exatos 30 anos de idade. Após um ano de trabalho em Bogotá para terminar sua formação, Pedro Claver partiu para Cartagena, cidade portuária onde desembarcavam milhares de escravos chegados da África.

Claver seguiu a vocação missionária inspirado pelo também santo Afonso Rodrigues ainda na Europa. Já em continente americano, Pedro Claver teve contato com o livro “Da salvação dos pretos” do seu predecessor jesuíta Afonso de Sandoval. Este livro tornou-se o código catequístico de Pedro Claver.

Durante toda a sua atividade missionária, Claver dedicou especial atenção aos mais necessitados e marginalizados: os escravos africanos. Os relatos da época contam cerca de 300 mil escravos batizados pelo jesuíta. Para poder catequizar os escravos, Claver formou um grupo de intérpretes negros que o auxiliavam. Assim que aportava um navio negreiro, Claver chegava para ampará-los, consolá-los, batizar os moribundos e curar os doentes. Após o desembarque, passava dias a instruir os escravos e depois batizava-os com nomes cristãos.

No hospital de Cartagena trabalhou intensamente na conversão e cura, tanto dos escravos como de mulçumanos e protestantes. Cumpriu heroicamente seu voto de tornar-se escravo dos escravos durante toda a sua vida.

Em 1650 uma grave epidemia de peste acometeu o colégio jesuíta de Cartagena e Pedro Claver adoeceu, passando longos quatro anos de sofrimento até sua morte em 08 de setembro de 1654. Foi beatificado em 1851 pelo Papa Pio IX e canonizado em 1888 pelo Papa Leão XIII. À época da canonização, Leão XIII afirmou: “Depois da vida de Cristo, nenhuma vida me comoveu tão profundamente como a do grande apóstolo S. Pedro Claver”.

 

Para saber mais sobre a vida do santo jesuíta defensor dos escravos, consulte o acervo da nossa biblioteca. Materiais disponíveis para consulta de terça à sexta-feira, das 9 às 16h30.


Compartilhe: