top of page

Liturgia Diária 15/05

Dia 15 - segunda-feira: At 16,11-15; Sl 149; Jo 15,26-16,4.

O Espírito Santo é um Defensor que procede do Pai pelo Filho. Ele defende Jesus no coração dos discípulos para que estes não esmoreçam ou desanimem diante da perseguição. Agindo nos discípulos, o Espírito Santo os defende do poder da tentação (cf. 16,1). A promessa do Espírito Santo tem por finalidade consolar os discípulos no contexto da paixão e morte de Jesus. O Espírito Santo é dom do Pai e do Filho. O Espírito Santo é Espírito da Verdade porque ensina e recorda as palavras e os gestos de Jesus que revelam o rosto misericordioso de Deus. Dito de outra maneira, é Espírito da Verdade porque revela o mistério de Jesus Cristo, torna, depois da ressurreição, as palavras e os gestos de Jesus vivos e atuais. Missão do Espírito é dar testemunho de Jesus e porque ele "permanece" nos discípulos, esses também darão testemunho de Jesus. O Espírito da Verdade é dado para o testemunho (cf. At 1,8). Dando testemunho de Jesus Cristo, a comunidade cristã será perseguida, em primeiro lugar, pelos judeus, de cujas sinagogas os discípulos de Jesus serão expulsos. É o Espírito quem sustentará a Comunidade para que não esmoreça diante da perseguição. Para o nosso texto, a falta de conhecimento de Deus é a causa da perseguição dos cristãos por parte dos judeus (cf. 16,3). Com essa instrução Jesus se apresenta como verdadeiro profeta, cuja palavra se realiza: Eu vos digo isso para que vos lembreis de que eu disse quando chegar a hora (v.4; cf. Dt 18, 21-22).

Σχόλια


bottom of page