PATEO DO COLLEGIO INFORMA – Coronavírus

Exemple
Seguindo a orientação do Governo do Estado de São Paulo, o Pateo do Collegio ficará fechado por tempo indeterminado. Todas as atividades presenciais estão suspensas. Esperamos, em breve, reabrirmos nossas portas! Juntos vamos colaborar para reduzirmos as possibilidades de contaminação, garantindo a segurança e saúde de nossa comunidade.
Durante esse período, conteúdos sobre nossa programação e acervo poderão ser consultados em nossos canais digitais:
Youtube
Facebook
Instagram
pateodocollegio.com.br
Read More →
Compartilhe:
Exemple

No dia 15 de agosto de 1534, Inácio de Loyola e seis companheiros, Pedro Fabro, Francisco Xavier, Alfonso Salmerón, Diego Laínez, Nicolau de Bobadilla e Simão Rodrigues, fizeram voto de pobreza, castidade e, naquele momento,  um compromisso de, se possível, fazerem peregrinação até Jerusalém consagrando-se à evangelização dos infiéis, e morrer pela fé em Cristo. Caso não fosse possível a peregrinação, colocar-se-iam a serviço do Vigário de Cristo na terra, o Papa. Nesse núcleo inicial dos sete companheiros estava posta, de algum modo, a base do que, mais tarde, seria a Companhia de Jesus.

Para conhecer toda essa trajetória missionária dos jesuítas, acesse nosso catálogo online

http://biblioteca.aneas.org.br

e busque por “Companhia de Jesus” – o resultado será uma vasta opção de títulos sobre o tema –, ou faça-nos uma visita. Nosso acervo é especializado na História da Companhia de Jesus e sua atuação no Brasil e no mundo a partir de vasto material histórico, biográfico, literário, espiritual entre outros.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Oficina de taipa

Neste período de férias escolares, o Museu Anchieta promove uma oficina de taipa a fim de proporcionar aos visitantes uma experiência de aprendizado sobre esta técnica construtiva tão utilizada no período colonial. Durante a atividade, discutiremos sobre a história desta técnica, as adaptações feitas em diversos lugares e o caso do nosso remanescente histórico de taipa de pilão – o mais antigo da cidade de São Paulo. Tudo isso de forma lúdica, possibilitando interação e aprendizado para toda a família!

Dia 20/07, às 14 horas

Inscreva-se: museu@pateodocollegio.com.br

ATIVIDADE GRATUITA!

Read More →
Compartilhe:
Exemple

“São Paulo é a única metrópole que não nasceu em torno de uma fortaleza ou de um porto ou à sombra de um palácio real: São Paulo nasceu e cresceu em torno de uma escola. Seu berço é um símbolo – o Pateo do Collegio”

Olavo Setúbal, prefeito de São Paulo, na festa de reinauguração do Pateo do Collegio em 01 de julho de 1979

 

Hoje comemoramos 40 anos da reinauguração do Pateo do Collegio!

O objetivo desta reconstrução foi que este sítio histórico preservasse seu significado enquanto espaço de memória das origens da cidade de São Paulo. A partir dessa reconstrução, pôde-se resgatar a função e o sentido deste lugar, seu aspecto religioso, cultural e histórico.

Hoje nosso complexo é constituído pela Igreja São José de Anchieta, pelo Museu Anchieta, pela Biblioteca Pe. Antonio Vieira e pelo Café do Pateo. Estes espaços respondem à nossa missão de democratização da cultura e de resgate da história da cidade de São Paulo e da ação da Companhia de Jesus nestes 470 anos de missão no Brasil.

Diariamente, recebemos um grande número de visitantes, grupos escolares, turistas nacionais e estrangeiros que têm a oportunidade de imersão neste universo tão rico e tão cheio de história.

Venha você também conhecer o Pateo do Collegio!

Aberto de terça à sexta-feira, das 09 às 16h45.

 

Imagem: à esquerda, P. Paulo Nacca, SJ e à direita P. Hélio Abranches Viotti, SJ. P. Viotti, jesuíta e historiador, foi o primeiro Diretor do Pateo do Collegio após a reinauguração e esteve à frente da construção do novo complexo. Fonte: Biblioteca Pe. Antonio Vieira | Pateo do Collegio

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Sobre o projeto Centro em Concerto – Sesc Carmo: A programação, realizada em igrejas e espaços públicos da região central, evidencia o patrimônio histórico de São Paulo e destaca, a cada trimestre, períodos, autores ou particularidades da história da música de concerto.  Neste ano, em parceria com igrejas do Centro de São Paulo, foram realizados concertos na Igreja da Boa Morte, Santuário São Francisco de Assis e Igreja Santa Cruz das Almas dos Enforcados.

Sobre a pianista: Eny da Rocha estreou como solista aos 12 anos de idade com a Orquestra Sinfônica da Rádio Gazeta, sob a regência do Maestro Armando Belardi. Diplomou-se pelo Conservatório Dramático e Musical de São Paulo, na classe da Profa. Maria de Freitas, aperfeiçoando-se mais tarde com o Maestro Souza Lima, que lhe abriu as portas para o estudo na Europa, onde inicialmente formou-se na classe da renomada pianista Marguerite Long, em Paris, e em seguida na Academia de Música de Viena  sob a orientação do Prof. Hans Graf. Ainda em Viena aperfeiçoou-se com o Prof. Bruno Seidlhofer. Recebeu prêmios em concursos de piano nacionais e internacionais, entre os quais se destaca o de Artista Steinway nos EUA, Eny da Rocha apresentou-se em recitais e como solista de orquestra no Brasil, Argentina, Estados Unidos, França, Espanha, Portugal, Itália, Bélgica, Alemanha, Áustria, República Tcheca e Inglaterra. Em sua discografia destaca-se, entre outros, o CD “Alma Brasileira”, produzido e gravado nos EUA.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

No próximo dia 08 de junho, o Museu Anchieta promoverá a segunda edição de 2019 do minicurso sobre a história do Pateo do Collegio. Esta atividade é voltada aos profissionais de Turismo, guias e agentes culturais como subsídio para suas monitorias em nossa Instituição.

As inscrições serão realizadas por e-mail (agendamento@pateodocollegio.com.br) e será cobrada uma taxa de R$ 15 (quinze reais) para realização do minicurso. Todos os que participarem da atividade receberão em seu e-mail de cadastro o material de apoio (um resumo das informações explanadas durante o curso) e o certificado.

Dúvidas e sugestões, favor entrar em contato no e-mail museu@pateodocollegio.com.br ou pelo telefone (11) 3105-6899.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

O Coral Vozes Paulistanas foi criado em 2005 por Teresa Longatto e alunos e divulga música brasileira do séc XVIII ao XX de autores como José Maurício Nunes Garcia, André da Silva Gomes, Manuel Dias de Oliveira e anônimos de Ouro Preto (MG). Busca também a interpretação fiel da MPB com influência do choro, maxixe e polca. Recentemente, inclui o sacro europeu e ópera cênica ao repertório em parceria com orquestras da Grande São Paulo apresentando obras como Falstaff de Verdi, Iphigenia in Tauris de Gluck, Missas em Sol e Lá de Schubert, Missa da Coroação e Réquiem de Mozart. O grupo se apresenta regularmente na capital e interior de São Paulo e realizou concertos no Uruguai nas cidades de Montevideo, Salto e Bella Union em 2006 e 2007.

Teresa Longatto é especialista em Metodologia do Ensino Superior e formou-se em Regência Coral e Canto pela Faculdade de Artes Alcântara Machado onde estudou piano e flauta transversal. Aperfeiçoa seus estudos de canto com o renomado professor Carmo Barbosa e de Fisiologia da Voz com a Dra. Silvia Pinho.  Foi preparadora coral das óperas Don Pasquale, Carmen, Iphigenia in Tauris, Falstaff, Colombo, Il Guarany, Romeu e Julieta e A Viúva Alegre, todas realizadas no Teatro São Pedro entre 2011 e 2014. Em 1998, com a Camerata Novo Horizonte, gravou o “Ophicium – 1816” de José Maurício Nunes Garcia, considerada a primeira gravação mundial desta obra. Como integrante do Brasilessentia Grupo Vocal, realizou três turnês pela Itália – incluindo o Vaticano – e gravou cinco CD’s, cujo repertório de música brasileira dos séculos XVIII e XIX, foi extraído de partituras originais de arquivos sacros localizados em São Paulo e Minas Gerais. Por 30 anos fez parte do Departamento de Música da FMU-FIAM/FAAM, dá palestras e oficinas em cidades de São Paulo e, no Uruguai, promoveu importante aula-espetáculo na Universidade da República e concerto de gala no Teatro Sollis de Montevidéu.

PROGRAMA:

Antônio José de Almeida

Música para Verônica

Anônimo séc. XVIII

Bajulans

José Maurício Nunes Garcia

Sepulto Domino

Domine Tu Mihi Lavas Pedes

Domine Jesu

Crux Fidelis

Gradual para Domingo de Ramos

André da Silva Gomes 

Scapulis Suis

Osvaldo Lacerda

Ave Maria

Solista convidada: Tati Helene – soprano

Piano: Adriana Gesso

Regência: Teresa Longatto 

Read More →
Compartilhe: