Série de Concertos Natalinos

Exemple

Todos os anos o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas realiza uma programação especial em decorrência do Natal! No mês de dezembro, nos três primeiros sábados que antecedem a data, haverá apresentações na antiga Igreja de Nossa Senhora do Rosário! No terceiro e último dia da série, temos a honra de receber as apresentações do grupo vocal Voz Moscada e do Coral Cultura Inglesa!

 

VOZ MOSCADA

Grupo vocal formado em janeiro de 2004. Desde sua criação, o grupo cultiva um repertório bastante variado e contempla diversas épocas e estilos musicais, explorando as possibilidades musicais existentes quando se canta a cappella. Com arranjos e composições especialmente escritos para este tipo de formação vocal, o Voz Moscada mescla canções eruditas à música popular brasileira, contemplando também compositores latino-americanos, canções natalinas, entre outros. A direção musical é de Giuliana Frozoni.

 

CORAL CULTURA INGLESA

O Coral Cultura Inglesa iniciou suas atividades em 1981. Teve como regentes Celso Tenório Delneri (assistido por Maria José Carrasqueira), Celso Antunes, Juan Serrano, Graham Griffiths, Marta Herr e desde 1994 está sob a regência de Marcos Júlio Sergl. Possui em seu repertório peças sacras, seculares, populares, obras da renascença inglesa, do West End londrino, negro spirituals, folclore brasileiro e repertório específico de Cânticos Natalinos. Em 2018 o Coral completa 37 anos de atividades. O Coral é aberto ao público. A participação é gratuita.

O Maestro Marcos Júlio Sergl é Pós-doutor em Comunicações, Doutor e Mestre em Artes pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo-USP, atualmente é professor da Universidade de Santo Amaro (UNISA) e da Faculdade de Tecnologia e Comunicação-FAPCOM. Aluno de Lydia Alimonda e Cláudio Brito em piano e Roberto Schnorrenberg, Robert Shaw e Hugo Ross em regência, participou de cursos de especialização na Áustria e Espanha.  Possui vasta experiência em regência coral e em 2012 recebeu o prêmio de Melhor Regente Coral na categoria Música Erudita pela APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte. Autor de dezenas de artigos publicados em anais de congressos e revistas científicas e vários livros na área de Comunicação, com destaque para “Voz e Roteiros Radiofônicos”, publicado pela Editora Paulus em 2015.

 

foto voz moscada 2
foto voz moscada 1
IMG_8444
FOTO DO CORAL TODO
FOTO DO CORAL 2

Read More →
Compartilhe:
Exemple

O curso é voltado aos interessados em compreender a história do Pateo do Collegio e o processo de formação da cidade de São Paulo. A partir de uma visita ao Museu Anchieta, os participantes terão a oportunidade de conhecer as possibilidades de mediação do acervo, assim como as regras e procedimentos necessários para o agendamento de grupos.

O curso é voltado para os profissionais da área do turismo. No entanto, estudantes, professores, agentes culturais e interessados em geral, também podem participar. Os participantes receberão certificado!

O curso acontecerá no dia 13/03 das 9h00 às 12h00. Para participar, é necessário a realização de inscrição por aqui!

Taxa de inscrição R$ 15,00 (quinze reais).

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Amar e Viver SP

DSC_0577
DSC_0565
DSC_0535
DSC_0532

Amar e Viver São Paulo é uma homenagem a esta fascinante metrópole, principal centro urbano da América Latina. Como ferramenta de difusão cultural, a exposição promove o centro histórico da cidade e desperta a cidadania e o amor por São Paulo.

A artista plástica e escritora Nilda Luz enfoca nas suas telas a sua cidade natal, onde a miscigenação de etnias gera culturas variadas que se expressam perpetuadas em sua diversidade, sua arquitetura, em sua arte, em sua poesia e na rica gastronomia paulistana.

A mostra conta com 30 obras da artista compostas por pinturas acrílicas sobre tela e painéis de grande porte. Durante seis meses serão ainda programadas palestras e atividades de oficina, e o lançamento de um catálogo com ilustrações das obras e textos da autora que ressaltam fatos históricos, culturais e paisagens que dialogam com a memória e a transformação da cidade.

Ao traçar um plano cultural arrojado a partir do espaço do Pateo do Collegio, onde nasce a cidade, a exposição reflete o dinamismo e a face cosmopolita paulistana, propiciando a seus moradores e visitantes a emotiva experiência de Amar e Viver São Paulo.

 

Período da exposição:

25/01 à 16/12/2018 de Terça a Domingo das 9h às 16h30

Praça Pateo do Collegio nº2 Centro de São Paulo

fácil acesso pelas estações do metrô Sé e São Bento.

 

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Voz Moscada é grupo vocal a capella que desde a sua formação em 2004 vem se apresentando em diversos espaços, como Catedral da Sé, Café Piu-Piu, Clube Paineiras, Clube Caiubi, Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, e Virada Coral 2015.

Com repertório eclético e arranjos diferenciados, o Voz Moscada pretende traçar um panorama da música vocal a capella mesclando diversas épocas e estilos musicais através da obra de compositores significativos da música vocal inglesa, como Thomas Tallis, Boris Ord, Helen Chadwick, John Lennon, Paul McCartney, etc.

 

Read More →
Compartilhe:
Exemple

O Museu de Arte Sacra dos Jesuítas apresenta a Série de Concertos 2017!

Este mês contaremos com a participação do duo de cordas, violino e violoncelo, formado pelos músicos Paulo Paschoal e Douglas Kier! 

Programa da Apresentação

  • F.C.’s Jig por Mark O’Connor
  • Chief Sitting in the Rain – arr. Mark O’Connor e Edgar Meyer (com contra baixo)
  • Duo de violino e violoncelo por Beethoven (em Dó maior)
    Allegro comodo
    Larghetto sostenuto
    Rondo – Allegretto (Vivace)
  • Passacaglia (baseado no Suite No. 7 em sol menor para cravo) por Johann Halvorsen

 

Paulo Paschoal 

Paulo Paschoal iniciou seus estudos de violino com seu pai aos 4 anos de idade, mas foi a admiração e a vontade de tocar como o irmão mais velho, que o motivo a seguir em frente. Com 9 anos deu continuidade aos estudos em um conservatório musical, onde venceu vários concursos.
Foi professor de violino do Instituto Baccarelli, que tem por objetivo a formação musical e artística de crianças e jovens de regiões carentes.
Já tocou na Orquestra Sinfônica de Sorocaba e Orquestra Sinfônica de Santos. Desde 1994 faz parte do Naipe de Primeiros Violinos da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – OSESP.

Gravou CDs com nomes renomados da música brasileira como: Roberto Carlos, Chico César, entre outros. Também dividiu o palco com artistas como Ney Mato Grosso e Milton Nascimento. Possui diversos trabalhos solo gravados: o primeiro apresenta as obras do compositor Niccoló Paganini.
No segundo, acompanhado por um grupo de choro, interpreta as composições de Abel Ferreira e Alexandre Guerra. Com a Camerata Darcos gravou também um tributo a Zequinha de Abreu, Tributo aos The Beatles, além de inúmeros CDs gravados com a OSESP.

 

Douglas Kier

Nascido em Cleveland, EUA, começou a estudar música aos sete anos. Freqüentou a Northwestern University, em Illinois, e fez mestrado em música pelo Cleveland Institute of Music. Teve como principais professores Alan Harris, Stephen Geber e Regina Mushabac.

Em 1989, tornou-se membro da Youngstown Symphony, em Ohio, onde atuou como concertino e foi membro fundador do Youngstown Symphony String Quartet. Em 1992, passou a integrar o Westbrook String Quartet, conjunto em residência da Youngstown State University, e participou do Bay View Music Festival, de Michigan. Também tocou com a Warren Chamber Orchestra e a Canton Symphony Orchestra, de Ohio, e com a Erie Philharmonic, na Pensilvânia.

De 1996 a 1998, foi professor do Allegheny College e do Westminster College, na Pensilvânia. Como intérprete e professor, participou de diversos festivais, como os de Aspen, Keystone, o Strings in the Mountains, no Colorado, e o Bay View Music Festival, em Michigan.

Na Osesp desde 1998, Doug foi membro do Sexteto OSESP, do trio PiuCello! e do Trio Súbito.  Também atuou como professor substituto em 2008 na UNESP.  Ele é um membro original do Percorso Ensemble, aparece com a Camerata Aberta e colabora frequentemente  com o Quinteto Brasileiro de Cordas e Camerata Darcos.

Read More →
Compartilhe: