CONCERTOS NATALINOS – 07 de Dezembro

Exemple

COLLEGIUM MUSICUM DE SÃO PAULO

No dia 07/12 receberemos o Collegium Musicum de São Paulo, um dos coros mais tradicionais do Brasil. Estreou em 1962 com o objetivo inicial de difundir a música medieval, renascentista e barroca, e aos poucos expandiu seu repertório, sempre dedicado à música erudita. Desde 2014, conta com a regência do diretor artístico Nibaldo Araneda.

LOCAL

Museu de Arte Sacra dos Jesuítas

DATA

Dia 07 de dezembro de 2019 – 15 horas

PROGRAMA

1) Anônimo do séc. XVII

Hanacpachap Cussicuinin (hino a Maria em quéchua)

2) Lindembergue Cardoso

Agnus Dei(da Missa Nordestina)

3) Suarez e Araneda

In Universa Terra(Salmo 8)

SOLISTA: Catuí Côrte-Real Suarez

4) Ariel Ramirez

Misa Criolla 

Kyrie: Baguala-Vidala

Gloria: Carnavalito

Credo: Chacarera trunca

Sanctus: Carnaval cochabambino

Agnus Dei: Estilo Pampeano

SOLISTAS: Gustavo Carvalho e José Alexandre Figueiredo

FLAUTISTA: Lorena Haase

VIOLONISTAS: Chico Molina, Márcio Alves e Peter Dietrich.

PERCUSSIONISTAS: Ana Ganzert, Anastácia Manzano, Gabriela Maloucaze, Silvia Mitiko Hokama e Valéria Diniz.

5) Camille Saint-Saëns

Tollite Hostias (do Oratório de Natal)

6) Tradicional de Natal

Joy to the World (arranjo de Nibaldo Araneda)

7) Tradicional de Natal

Adeste Fideles(arranjo de Nibaldo Araneda)

8) Tradicional de Natal

Noite Feliz (arranjo de Dan Forrest)

9) Franz Biebl

Ave Maria

TEMPO DE MÚSICA: 50 MINUTOS

COLLEGIUM MUSICUM DE SÃO PAULO

O Collegium Musicum de São Paulo é reconhecido como um dos coros mais tradicionais do Brasil. Com o objetivo inicial de difundir a música medieval, renascentista e barroca, aos poucos expandiu seu repertório, sempre dedicado à música erudita. Atualmente participa de encontros e festivais, concertos sinfônicos e óperas, seja como convidado, seja em produções próprias.

Estreou em 1962 com a direção musical de Ronaldo Bologna, sucedido por Roberto Schnorrenberg de 1963 a 1983, por Abel Rocha de 1983 a 2010 – com a participação de Marieddy Rosseto de 1990 a 1992 – e por Bruno Facio de 2011 a 2013.

Nibaldo Araneda é o diretor artístico do grupo desde 2014. Além da realização ininterrupta de concertos, direciona o trabalho para o aperfeiçoamento musical dos integrantes por meio da escolha do repertório, de ensaios didáticos, de cursos e de oficinas, um conjunto de atividades intitulado Musicalização de adultos através do canto coral.

NIBALDO ARANEDA – Diretor Artístico

Há 25 anos o chileno Nibaldo Araneda dedica sua carreira ao canto coral atuando como regente, cantor lírico, preparador vocal, compositor e arranjador. Como regente esteve à frente do Coral Paulistano do Theatro Municipal de São Paulo, do Coral Jovem do Estado, do Coral do Clube Atlético Paulistano, do Coral da Sociedade Harmonia e do Coral do Metrô de São Paulo. Integrou o Coro da OSESP por dezessete anos. Trabalhou como preparador vocal na Equipe de Técnica Vocal do CORALUSP e atualmente é Diretor Artístico do Collegium Musicum de São Paulo e Regente Titular do Coral Lírico Paulista.

FICHA TÉCNICA

DIRETOR ARTÍSTICO: Nibaldo Araneda

REGENTES ASSISTENTES: Ana Ganzert, Silvia Mitiko Hokama e Sin Ae Lee

PREPARADORA VOCAL: Ana Ganzert

PIANISTA: Sin Ae Lee

PRODUÇÃO: Silvia Mitiko Hokama

SOPRANOS: Alessandra Ferrari, Anastácia Manzano, Camila Morales, Carolina Chavier, Dafny Lobo, Denize Meira, Edna Chalom, Edna Luna, Fabiola Kiforenco, Fernanda Pierre, Gabriela Maloucaze, Lucimar Lemus, Myrian Schroder, Natalia Escamez, Regina Costa, Silvana Rossi, Silvia Mitiko Hokama, Sin Ae Lee e Taís Lemus Duarte.

CONTRALTOS: Ana Claudia Westmann, Ana Ganzert, Beatriz Chaves, Celia Torrens Wünsch, Elenise Sperb, Inês Barbugiani, Lia Soares, Marina Rodrigues, Marlene Paiva, Marly Araújo, Nélida del Mastro, Regina Blessa, Rosana Biral, Selma Munhoz, Silvana de Sario, Sonia Freitas, Tereza Barros, Valéria Diniz, Yuko Fusse e Zê Mendes.

TENORES: Cacá Bernardes, Catuí Corte-Real Suarez, Douglas Braga, Erlan Macedo, Gustavo Carvalho, Iberê Sabatini, Jonatas Ribeiro, Lourenço Santos, Marc Chalom, Natal Menezes, Roberto Yokoya e Tom Nakano.

BAIXOS: André Poeta, Chico Molina, Édye Soares, Elias Tavares, Fernando Augusto Pinto, Jonas Junior, José Alexandre Figueiredo, José Luiz Pimenta, Luís Renato, Luiz Lima, Lukas Hahn, Márcio Alexandre Alves, Ricardo Bruns, Rossano Dian, Silvino Prado e Tiago Risi.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Todos os anos o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas oferece uma programação especial no mês de dezembro! Este ano haverá mais uma edição da Série de Concertos Natalinos, nos sábados que antecedem a data.

No dia 07/12 receberemos o Collegium Musicum de São Paulo, um dos coros mais tradicionais do Brasil. Estreou em 1962 com o objetivo inicial de difundir a música medieval, renascentista e barroca, e aos poucos expandiu seu repertório, sempre dedicado à música erudita. Desde 2014, conta com a regência do diretor artístico Nibaldo Araneda.

No dia 14/12 teremos a apresentação do coro En’Canto das Artes, grupo formado há mais de cinco anos por moradores da cidade de Embu das Artes. O coral conta com a regência de Eduardo Ribeiro que desenvolve junto aos coralistas um repertório ecléticos, entre eles: MPB, negro spiritual, sacro, clássico e erudito.

As apresentações serão sempre às 15h00 dentro da antiga Igreja de Nossa Senhora do Rosário, atual Museu de Arte Sacra dos Jesuítas. Entrada franca.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Neste mês de setembro, nosso Encontro Temático abordará o mobiliário no período colonial, tendo como ponto de partida o acervo do MASJ. Falaremos também sobre as residências e as técnicas construtivas do período.

O curso é gratuito e aberto a todos que se interessarem pelo tema, e será oferecido no dia 28/09, das 9h às 12h.

As inscrições estão abertas!

Faça a sua aqui:

https://forms.gle/CR96oYSAJr6QFT5h8

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Na apresentação da Orquestra de Câmara Miller, regida Gretchen Miller, poderemos apreciar composições de Franz Doppler, H. Villa-Lobos, J. S. Bach, Rogério Wolf, Vitor Lima.

PROGRAMA:

S. Bach Passacaglia

Franz Doppler      Andante e Rondo para 2 flautas

Rogério Wolf

Vitor Lima

Villa-Lobos Bachianas no. 4

Bachianas no. 5

Regente: Karen Feldman

 

Max Bruch           Serenata

Marcha

Allegro

Regente: Marina Kahowec

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Na apresentação da Orquestra de Câmara Miller, regida Gretchen Miller, poderemos apreciar composições de Franz Doppler, H. Villa-Lobos, J. S. Bach, Rogério Wolf, Vitor Lima.

PROGRAMA:

S. Bach Passacaglia

Franz Doppler      Andante e Rondo para 2 flautas

Rogério Wolf

Vitor Lima

Villa-Lobos Bachianas no. 4

Bachianas no. 5

Regente: Karen Feldman

 

Max Bruch           Serenata

Marcha

Allegro

Regente: Marina Kahowec

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Estão abertas as inscrições para o Encontro Pedagógico de Formação para Professores do Projeto Descobrindo Embu no Museu, vencedor da 5º edição do Prêmio Darcy Ribeiro (IBRAM).

O Projeto, voltado para professores da rede pública de ensino, busca a valorização do patrimônio por meio de encontros de formação e visitas dos alunos ao museu. As formações ocorrerão em quatro sábados.

As inscrições são gratuitas, e podem ser realizadas no seguinte endereço: https://goo.gl/DvR9ny

Maiores informações: masj@pateodocollegio.com.br ou (11) 4704-2654.

 

 

EPF - 2016

 

Read More →
Compartilhe:

Localização

De carro:

Embu das Artes fica a 30 minutos do centro de São Paulo, a melhor via de acesso ao município é a Rodovia Régis Bittencourt (BR 116) pelos quilômetros 279 e 282, que pode ser acessada a partir da Marginal Pinheiros, em São Paulo, pela Rodovia Raposo Tavares/ Rodoanel ou também pela Avenida Francisco Morato.

De Metrô ou ônibus:

Na estação de metrô Campo Limpo, linha 5 – Lilás (Capão Redondo — Santo Amaro), há um ônibus intermunicipal o 056-EMBU CENTRO, cujo ponto final é próximo ao Museu. Do Vale do Anhangabaú, no Centro de São Paulo, também parte um ônibus executivo o 179-EMBU DAS ARTES. De Pinheiros, no Largo da Batata, há dois ônibus intermunicipais (EMTU/SP) com o letreiro EMBU/ENGENHO VELHO, o 033 e o 033BI1, que também chega ao centro da cidade.

Acesso de Veículos:

Não é permitida a circulação de veículos no Largo dos Jesuítas. Durante a semana, quando não é realizada a feira de artes e artesanato, é possível solicitar aos fiscais de trânsito da Prefeitura a entrada de ônibus no Largo dos Jesuítas para o breve desembarque dos visitantes. Aos finais de semana é necessário deixar o veículo em estacionamentos pagos no entorno.

 

Read More →
Compartilhe:

O Museu de Arte Sacra dos Jesuítas é constituído por duas coleções: Igreja de Nossa Senhora do Rosário, reunidos ao longo de três séculos, e de objetos oriundos da Igreja de São Gonçalo Garcia – localizada no centro de São Paulo -, que a partir de 2005 passou a integrar o nosso acervo.

Em exposição há imagens sacras confeccionadas durante os séculos 17, 18 e 19, paramentos litúrgicos e objetos utilizados nas celebrações religiosas. Destaca-se o conjunto de imagens de roca e de vestir entalhadas em madeira, uma das principais coleções deste gênero no país. As imagens de vestir eram utilizadas para a recomposição de passagens bíblicas pelos religiosos durante o trabalho da catequese; por vezes não eram inteiramente esculpidas já que posteriormente seriam cobertas por vestimentas. Por sua vez, as imagens de roca eram utilizadas em procissões, por serem mais leves.

Durante a visita também é possível conhecer o belo Altar da Igreja de Nossa Senhora do Rosário e a sua Sacristia, ambos decorados no início do século XVIII, este conjunto artístico é um dos mais relevantes para o estudo da Arte Paulista do período.

 

 

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Projeto Descobrindo Embu no Museu

O curso tem duração de 12 horas divididas em quatro sábados e será realizado no Museu de Arte Sacra dos Jesuítas (Embu das Artes), com exceção do dia 22/08 que acontecerá no Museu Anchieta (Pateo do Collegio – São Paulo).

Público-alvo: Professores da rede pública de ensino.

Vagas limitadas.

Inscrições através do link: http://goo.gl/forms/BM1GBujaSf

Este curso faz parte do Projeto Descobrindo Embu no Museu, desenvolvido desde 2007, que busca a promoção cultural, o resgate da história local e a valorização do patrimônio por meio de formações de professores e visitas educativas de alunos, além de ser um dos vencedores da 5º edição do Prêmio Darcy Ribeiro (2012) de Educação Museal – Ibram/MinC. O projeto é voltado para professores da rede pública e acontece nas seguintes etapas:

  1. Participação dos professores no Encontro Pedagógico de Formação (EPF);
  2. Preparação dos alunos pelo professor em sala de aula.
  3. Visita dos alunos ao MASJ.
  4. Elaboração de portfólio/pasta pelo professor relatando o trabalho que foi desenvolvido.
  5. Encontro de professores no final do semestre para o fechamento e avaliações do projeto.

As contrapartidas oferecidas pelo museu, para fomentar a adesão ao projeto são:

  • Certificado de 12 horas referente a participação no encontro de formação para aqueles que não tiverem faltas;
  • Gratuidade para os professores e alunos em todas as etapas do projeto;
  • Cada professor recebe um exemplar do livro Descobrindo Embu no Museu: guia temático do professor;
  • Oferecimento de auxílios didáticos e pedagógico durante todo o desenvolvimento do projeto;
  • Certificado de 40 horas aos profissionais que realizarem todas as etapas do projeto.
  • Visita de turmas ao Pateo do Collegio a partir do 5º ano.
Read More →
Compartilhe:

O Museu de Arte Sacra dos Jesuítas oferece visitas monitoradas a todos os interessados. Nossos educadores são devidamente preparados e preocupados em possibilitar aos visitantes, a partir de nosso acervo, um posicionamento crítico e reflexivo. Trabalhamos principalmente com a História da Fundação de Embu das Artes e sua relação com a Companhia de Jesus. A partir disso conseguimos abordar inúmeros temas como o surgimento da Cidade de São Paulo, o processo de colonização, a cultura indígena e bandeirante, além de questões relacionadas ao Patrimônio e à História da Arte. Os agendamentos são realizados de terça-feira a sexta-feira, das 8h40 às 16h30, sendo obrigatório para grupos que excedam o número de 10 (dez) pessoas.

E-mail para contato masj@pateodocollegio.com.br

Atendimento

De terça a domingo, das 9h00 às 17h00. Fechado das 12h00 às 13h00.

Ingresso

  • Inteira: R$ 8,00
  • Meia-entrada: R$ 4,00 (Estudantes, professores, idosos, portadores de necessidades especiais e acompanhante)
  • Isentos: crianças até sete anos.

 


 

Contato para agendamento

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

[recaptcha]

Read More →
Compartilhe: