Série de concertos – Duo Fauré

Exemple

Série de Concertos apresenta

Duo Fauré

Com: Joana Matera, cantora lírica e Jaílton Araujo, pianista.

Programa

Soprano Joana Matera

Piano Jailton Araújo

 

En Priére – Gabriel Fauré

Domine Deus- Antônio Vivaldi

Pie Jesu- Gabriel Fauré

 

Laudate Dominus- Wolfgang Amadeus Mozart

Tu Vergine Corona- W.A.Mozart

 

Ave Maria- Fraz Schubert

Ave Maria – Giulio Caccini

 

Magnificat- M. Frisina

 

Virgin tutto amor- Francesco Durante

Ave Maria- Jakob Arcadelt

 

Oh! Had I Jubal’S Liyre- George Frederic Händel

O Divine Redemeer – Charles Gounod

 

Pai Nosso- Albert Mallote

Ave Maria- Charles Gounod

Read More →
Compartilhe:
Exemple

O Coral Vozes Paulistanas foi criado em 2005 por Teresa Longatto e alunos e divulga música brasileira do séc XVIII ao XX de autores como José Maurício Nunes Garcia, André da Silva Gomes, Manuel Dias de Oliveira e anônimos de Ouro Preto (MG). Busca também a interpretação fiel da MPB com influência do choro, maxixe e polca. Recentemente, inclui o sacro europeu e ópera cênica ao repertório em parceria com orquestras da Grande São Paulo apresentando obras como Falstaff de Verdi, Iphigenia in Tauris de Gluck, Missas em Sol e Lá de Schubert, Missa da Coroação e Réquiem de Mozart. O grupo se apresenta regularmente na capital e interior de São Paulo e realizou concertos no Uruguai nas cidades de Montevideo, Salto e Bella Union em 2006 e 2007.

Teresa Longatto é especialista em Metodologia do Ensino Superior e formou-se em Regência Coral e Canto pela Faculdade de Artes Alcântara Machado onde estudou piano e flauta transversal. Aperfeiçoa seus estudos de canto com o renomado professor Carmo Barbosa e de Fisiologia da Voz com a Dra. Silvia Pinho.  Foi preparadora coral das óperas Don Pasquale, Carmen, Iphigenia in Tauris, Falstaff, Colombo, Il Guarany, Romeu e Julieta e A Viúva Alegre, todas realizadas no Teatro São Pedro entre 2011 e 2014. Em 1998, com a Camerata Novo Horizonte, gravou o “Ophicium – 1816” de José Maurício Nunes Garcia, considerada a primeira gravação mundial desta obra. Como integrante do Brasilessentia Grupo Vocal, realizou três turnês pela Itália – incluindo o Vaticano – e gravou cinco CD’s, cujo repertório de música brasileira dos séculos XVIII e XIX, foi extraído de partituras originais de arquivos sacros localizados em São Paulo e Minas Gerais. Por 30 anos fez parte do Departamento de Música da FMU-FIAM/FAAM, dá palestras e oficinas em cidades de São Paulo e, no Uruguai, promoveu importante aula-espetáculo na Universidade da República e concerto de gala no Teatro Sollis de Montevidéu.

PROGRAMA:

Antônio José de Almeida

Música para Verônica

Anônimo séc. XVIII

Bajulans

José Maurício Nunes Garcia

Sepulto Domino

Domine Tu Mihi Lavas Pedes

Domine Jesu

Crux Fidelis

Gradual para Domingo de Ramos

André da Silva Gomes 

Scapulis Suis

Osvaldo Lacerda

Ave Maria

Solista convidada: Tati Helene – soprano

Piano: Adriana Gesso

Regência: Teresa Longatto 

Read More →
Compartilhe:
Exemple

O Museu de Arte Sacra dos Jesuítas tem o prazer de apresentar a próxima atração da nossa série de concertos, o grupo JUPARÁ, coral da Universidade de São Paulo!

 

CORAL UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO – CORALUSP

Com um variado repertório que combina nomes da música brasileira e mundial, o CORALUSP é detentor de 5 premiações da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, conquistou a opinião crítica e o reconhecimento do público por seu repertório e execução de espetáculos, e está completando 50 anos.

Fundado em 1967, pelo maestro Benito Juarez e José Luiz Visconti, o coral era formado por alunos das unidades da Escola Politécnica e da Faculdade de Enfermagem. No mesmo ano, o “Coral Universitário Poli-Enfermagem” recebe o nome de “Coral Universidade de São Paulo – CORALUSP”. Em 1971 se incorpora à Reitoria da Universidade de São Paulo.

Em atividade constante desde sua fundação, hoje é formado por 15 coros, 7 regentes, 6 orientadores de técnica vocal e por volta de 560 coralistas, que se apresentam para públicos variados dentro e fora da Universidade.

O CORALUSP construiu em seus 50 anos uma trajetória que possui reconhecimento nacional e internacional, contando com apresentações nos Estados Unidos, África, Europa e Argentina em seu currículo.

Faz parte do quadro da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo – PRCEU/USP, e foi contemplado por programas internacionais, como o Programa de Intercâmbio e Atividades de Cultura e Extensão da PRCEU/USP, levando ritmos brasileiros ao Berklee College of Music, em Valência, na Espanha, à Pontifícia Universidad Javeriana de Bogotá, Colômbia, e à École Nationale de Musique, em Villeurbanne, na França.

Recentemente, em junho de 2017, o CORALUSP recebeu o prêmio Colar Guilherme de Almeida, da Câmara Municipal de São Paulo.

 

CORALUSP Grupo JUPARÁ

 

O grupo Jupará apresenta o projeto “De corpo e alma”. O projeto visa apresentar obras do repertório coral de diferentes épocas e estilos, mas com ênfase na música antiga. O repertório combina composições sacras e seculares.

 

PROGRAMA DA APRESENTAÇÃO

Regente: Alberto Cunha

  1. Magnificat – Stefano Bernardi (c.1585-1636)
  2. Amen – Charles Camilleri (1931-2009)
  3. Weep, o mine eyes – John Bennet (c.1575-c.1614)
  4. Et in Spiritum Sanctum Dominum (da Missa K.139) – Wolfgang A. Mozart (1756-1791)

Marc Yves Chalom – tenor; Natacha Érika Ito – piano

  1. Quoniam tu solus sanctus (da Missa K.139) – Wolfgang A. Mozart

Carolina Corrêa – soprano; Vinícius Guedes – piano

  1. 4 Canções: La Biche; Un Cygne; Puisque tout passe; En Hiver – Paul Hindemith (1895-1963)
  2. Fatuidades humanas – Savino de Benedictis (1883-1971)
  3. Auprès de ma blonde – Anônimo (folclore-França) / arr.: Augustin Kubizek

Solistas: Marc Yves Chalom e Johnatan Duarte

  1. Unsere Trübsal – Johann Ludwig Bach (1677-1731)
  2. He trusted in God (do oratório “Messias”) – Georg F. Haendel (1685-1759)

 

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Este mês o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas tem a honra de apresentar a Orquestra de Câmara Miller!

Fundada em 1982 no Colégio Visconde de Porto Seguro, a Orquestra de Câmara Miller inicia uma nova direção em 2017. Os integrantes são músicos amadores e profissionais, além de  professores de música, diretores de escolas de música e regentes. A orquestra possui um repertório para cordas vasto, do barroco ao contemporâneo, e inclui solistas de violino, violoncelo, contrabaixo, flauta, clarinete, trompete, canto, cravo e piano. Apresenta-se em teatros, museus, igrejas, clubes, e escolas e faz apresentações com corais.

 

Regente: Gretchen Miller

Natural dos Estados Unidos, fundou a primeira Orquestra Filarmônica Infanto-Juvenil, com qual viajou para a Alemanha e os Estados Unidos. Durante quatro anos regeu a Orquestra Sinfônica Jovem Municipal e por oito anos, a Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil da Escola Municipal de Música. Atualmente leciona Música de Câmara na Faculdade Santa Marcelina e rege a Orquestra de Câmara Miller.

 

Regente convidada: Karen Feldman

É regente e compositora formada pela UNESP. Foi regente Assistente do Maestro Emiliano Patarra na Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos e do Maestro Luis Gustavo Petri na Orquestra Sinfônica Municipal de Santos. Desde 2006 trabalha com a Orquestra Bandolins de São Paulo. É arquivista artística no Teatro Municipal de São Paulo e atua como violinista na Orquestra de Câmara Miller.

 

Regente convidada: Marina Kahowec

Bacharel em Regência pela UNESP, começou sua carreira musical aos seis anos de idade e integrou grupos como Coros Infantil e Juvenil da OSESP, Orquestra Sinfônica Infantil Juvenil da EMM, Sinfonieta Paulista e Orquestra de Câmara Porto Seguro. Foi regente assistente da Orquestra Filarmônica Infanto-Juvenil de São Paulo e esteve a frente de orquestras como L’Estro Ármonico, Orquestra Aadêmica da UNESP, Orquestra de Câmara Porto Seguro e Coro de Câmara Unesp.

 

Clarinete: Daniel Cornejo

Bacharel em instrumento pela UNESP com Pós-Graduação em Gestão Cultural pelo SENAC, já integrou os seguintes grupos musicais: Orquestra Sinfônica Jovem do Estado, Orquestra Jovem Municipal, e a Banda Sinfônico do Estado. Foi professor de clarinete da EMESP durante 14 anos. Atualmente é professor de clarinete e regente da Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil da Escola Municipal de Música e Diretor Artístico e Regente da Orquestra Filarmônica Infanto Juvenil de São Paulo.

 

Soprano: Raíza Klippel

Natural de Villa Velha, ES, a cantora iniciou seu estudos em 2010 na ETEC de Artes de São Paulo. Em 2011 ingressou na EMESP, orientada por Adriano Vasconellos. Em 2015 graduou-se em canto lírico pela Faculdade Santa Marcelina, sob orientação de Joana Mariz. Atualmente integra o Coletivo Cromo, onde já realizou diversas apresentações no projeto contra.ponto subsidiado pelo Programa para Valorização de Iniciativas Culturais.

 

Tenor: Victor Fonseca

Natural de Belo Horizonte, MG, onde inicou na música aos 12 anos integrando o coral do Colégio Santo Antonio. Aos 17 anos, já em São Paulo, iniciou seus estudos em canto lírico em 2004 com o tenor Marcos Thadeu. Em 2009 na cidade de Fabius, NY, EUA, interpretou Gaston em “A Bela e a Fera”. Ingressou na EMM sendo orientado por Caio Ferraz e Eloisa Baldin. Em São Luiz, MA, fez Bastien na Ópera “Bastien e Bastienne”de Mozart. Atualmente continua seus estudos com Eloisa Baldin.

 

PROGRAMA DA APRESENTAÇÃO

 

Henry Purcell                                Suite Abdelazer

  1. A. Mozart Quinteto em La maior

Allegro

Allegretto com Variationi

Solista: Daniel Cornejo

 

Gustav Holst                                  Saint Paul’s Suite

Jig

Intermezzo

Finale

 

Giacomo Puccini                            “O mio babbino caro”

 

Giuseppe Verdi                               “Questa o quella”

 

Franz Léhar                                       “Lippen schweigen”

 

Giuseppe Verdi                                “Brindisi”

Soprano: Raíza Kippel

Tenor: Victor Fonseca

 

Integrantes:

Violino I

Marina Kahowec, Stephan Surerus, Edna Peres, Debora Marino, Cecilia Di Gianantonio Araúo, Flávio Magalhães, Rodrigo Moury Yabiku, Paulo Henrique Costa

Violino II

Luise Schmalz, Alice Kowaltowski, Elinor Schmalz Cardillo, Karen Feldman, Jessé Siqueira, Vinicius Toledo, Raíza Klippel, Petra Grot, Miguel Lotito

Viola

Felipe Correa Duarte, Viviane Magalhães, Betina Schmidt, Luiz Kobayashi, Radegundis Barrios

Violoncelo

Alfedo Santos, Benjamin Boudler, Patricia Aguiar, Natália Lemus Duarte, José Luis Carvalho Camargo, Ana Paola Melchheier

Contrabaixo

Ricardo Bigio

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Voz Moscada é grupo vocal a capella que desde a sua formação em 2004 vem se apresentando em diversos espaços, como Catedral da Sé, Café Piu-Piu, Clube Paineiras, Clube Caiubi, Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, e Virada Coral 2015.

Com repertório eclético e arranjos diferenciados, o Voz Moscada pretende traçar um panorama da música vocal a capella mesclando diversas épocas e estilos musicais através da obra de compositores significativos da música vocal inglesa, como Thomas Tallis, Boris Ord, Helen Chadwick, John Lennon, Paul McCartney, etc.

 

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Museu de Arte Sacra dos Jesuítas tem a honra de apresentar o Coral do Mosteiro de São Bento!

O Mosteiro de São Bento de São Paulo, em parceria com o regente André Rodrigo, iniciou em fevereiro de 2015 uma atividade musical visando a integração de todos os indivíduos participantes, contribuindo para o crescimento espiritual e intelectual da cada um: o Coral do Mosteiro, um coral de música sacra que ensaia aos sábados no Mosteiro de São Bento. O grupo já se apresentou na Basílica do Mosteiro de São Bento de São Paulo, no Pateo do Collegio, na Igreja de Santa Ifigênia, na Paróquia Bom Jesus do Brás, na Igreja Imaculado Coração de Maria e no Museu de Arte Sacra de São Paulo.

O regente André Rodrigo é graduado em Música pela UNICAMP e mestre em Performance em Regência pela USP. Foi aluno participante do VI Eric Ericson Masterclass for choral conductors em Haarlem (Holanda) e aluno bolsista da VI Academia de Verano de Pedagogía Musical y Direccíon Coral de Las Palmas de Gran Canaria (Espanha). Atuou como regente convidado do Projeto Guri com o Grupo de Referência de Lorena, como regente tutor do projeto Canta São Paulo em 2015, foi regente assistente do Coral Cultura Inglesa e atualmente rege grupos do Cultura Inglesa Pop Choir. É o fundador e regente do Coral do Museu de Arte Sacra de São Paulo e do Coral do Mosteiro. Para maiores informações acesse: coraldomosteiro.blogspot.com.br

 

PROGRAMA DA APRESENTAÇÃO

 

  • If Ye Love Me (Thomas Tallis 1505 – 1585)
  • Christus Factus Est (Felice Anerio 1560 – 1614)
  • Ave Verum Corpus (William Byrd 1543 – 1623)
  • Sicut Cervus (Giovanni Pierluigi da Palestrina 1525 – 1594)
  • Missa Brevis – partes (Giovanni Pierluigi da Palestrina 1525 – 1594)
Read More →
Compartilhe:
Exemple

Este mês em nossa série de concertos o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas traz o Coral En’Canto das Artes da cidade de Embu!

O Coral En’Canto das Artes, sob regência de Eduardo Ribeiro, há mais de 4 anos vem trabalhando com seus coralistas a partir de gêneros ecléticos de repertório a Capella, entre eles: MPB, Negro Spiritual, Sacro, Clássico, Erudito. O coral hoje conta com 22 integrantes que realizam ensaios regularmente, exercitando técnica vocal e harmonia, dando oportunidade de formação musical e canto a seus integrantes.

 

Programa da Apresentação

  1. Kyrie (Missa festiva – John Leavitt)
  2. Pai Nosso ( N. Kedroff)
  3. Aleluia digno tu és (Michael W. Smith)
  4. Ó Deus, Aqui Viemos (Reginald de Koven, Op 50 – Arr. J. W. Faustini)
  5. Jesus, Alegria dos Homens Cantata 147 (J.S. BACH – Arr. J. W. Faustini)
  6. Al Shlosha D’Varim (Música Hebraica de Allan E. Naplan)
  7. Siyahamba (Negro spiritual Africano)
  8. Let us Break – De joelhos (Negro Spiritual Americano)

 

Read More →
Compartilhe: