Direção

Diretor

P. Carlos Alberto Contieri, SJ

Responsáveis

Administração: Priscila Correia dos Santos

Biblioteca Pe. Antonio Vieira: Silvia Maria Azevedo

Café do Pateo: Fernando Meli

Comunicação: Larissa Maia Artoni

Museu Anchieta: Carla Galdeano

Museu de Arte Sacra dos Jesuítas: Angélica Brito Silva

Oficinas Culturais Anchieta: Valéria Castilho

Read More →
Compartilhe:
Exemple

A partir do domingo dia 12 de julho na Igreja São José de Anchieta, no Pateo do Collegio, serão retomadas as Missas Dominicais.

A participação presencial será possível somente para aqueles que realizarem a inscrição prévia no formulário on-line disponível em https://forms.gle/KT8MSv6NgNmMChyB9. O número de participantes presenciais é limitado e as inscrições serão encerradas uma vez que o limite preestabelecido seja atingido.

O protocolo sanitário que estabelece as medidas de segurança para a retomada das missas no Pateo do Collegio, no contexto da pandemia de COVID-19, pode ser acessado em https://drive.google.com/file/d/1pFlvZAm9kq7BZH5rGAv6sr8MHTKHJhEx/view?usp=sharing.

O Pateo do Collegio agradece a colaboração e a compreensão de todos.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

A partir do domingo dia 12 de julho na Igreja São José de Anchieta, no Pateo do Collegio, serão retomadas as Missas Dominicais.

A participação presencial será possível somente para aqueles que realizarem a inscrição prévia no formulário on-line disponível em https://forms.gle/KT8MSv6NgNmMChyB9. O número de participantes presenciais é limitado e as inscrições serão encerradas uma vez que o limite preestabelecido seja atingido.

O protocolo sanitário que estabelece as medidas de segurança para a retomada das missas no Pateo do Collegio, no contexto da pandemia de COVID-19, pode ser acessado em https://drive.google.com/file/d/1pFlvZAm9kq7BZH5rGAv6sr8MHTKHJhEx/view?usp=sharing.

O Pateo do Collegio agradece a colaboração e a compreensão de todos.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Província dos Jesuítas do Brasil

 

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

 

Diante da reportagem do jornal O Estado de S. Paulo “Por verbas, TVs católicas oferecem a Bolsonaro apoio ao governo”, publicada em 6 de junho, a Companhia de Jesus no Brasil esclarece que foi surpreendida pela publicação e lamenta profundamente. Ressaltamos, que não estávamos representados institucionalmente na reunião com o presidente da República, com membros de algumas emissoras de TV de inspiração católica e alguns parlamentares.

Esclarecemos que a Rede Século 21 não pertence à Companhia de Jesus e, deste modo, a participação de seu representante legal na referida reunião se deu por interesse próprio da emissora. Conforme alertados na nota da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), publicada ontem (06/06), por meio da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação e demais associações relacionadas, as emissoras intituladas ‘de inspiração católica’ possuem naturezas diferentes e seguem seus próprios estatutos e princípios editoriais.

Ressaltamos que a Província dos Jesuítas mantém – e sempre manteve – relações institucionais com agentes públicos e os poderes constituídos tendo como base os valores do Evangelho, assim como os valores democráticos, republicanos, éticos e morais.

A atuação da Província do Brasil está também pautada pelas quatro Preferências Apostólicas Universais da Companhia de Jesus:

  1. Mostrar o caminho para Deus através dos Exercícios Espirituais e do discernimento.
  2. Caminhar com os pobres, os descartados do mundo, os vulneráveis em sua dignidadeem uma missão de reconciliação e justiça.
  3. Acompanhar os jovens na criação de um futuro promissor.
  4. Colaborar no cuidado da Casa Comum.Por isso, sentimo-nos chamados a apoiar as vítimas das injustiças e desigualdades fruto

dos “atuais modelos dominantes de desenvolvimento” que “deixam milhões de pessoas, especialmente jovens e pessoas vulneráveis, sem oportunidades para integrar-se na sociedade”. Assumimos, enquanto Igreja da América Latina, a opção preferencial pelos pobres e não podemos abandoná-los em detrimento de interesses outros que não os do Evangelho.

A Província dos Jesuítas do Brasil reafirma o seu compromisso com o serviço da fé e a promoção da justiça, em comunhão com o Papa Francisco e com toda a Igreja no Brasil, representada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Pe. Mieczyslaw Smyda, SJ

Provincial dos Jesuítas do Brasil

Read More →
Compartilhe:

O complexo histórico-cultural-religioso Pateo do Collegio pertence à Companhia de Jesus, ordem religiosa dos jesuítas fundada em 1540 por Santo Inácio de Loyola (1491-1556). Os primeiros jesuítas chegaram ao Brasil em 1549 com a missão de evangelizar os indígenas, naturais da terra, e de educar e confortar espiritualmente os colonos, cristãos europeus que deram início ao processo de colonização do Brasil.

Ao longo dos últimos anos o Pateo do Collegio tem-se tornado referência na preservação da memória histórica acerca das origens da cidade de São Paulo, na promoção da cultura e na afirmação da Fé Cristã em nossa sociedade, ao proporcionar um diálogo constante entre a história, a cultura inaciana (que é o modo de proceder e espiritualidade dos jesuítas, legado de seu fundador) e a cultura atual por meio da realização de eventos gratuitos ou de baixo custo.

O Pateo do Collegio possui três unidades: o complexo localizado no centro da Capital e dois no centro histórico de Embu das Artes (município da região metropolitana de São Paulo): o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas e as Oficinas Culturais Anchieta. A preservação e gestão destes espaços permitem ao visitante conhecer e recordar o trabalho missionário dos primeiros jesuítas, e também o torna ciente da importância da continuidade deste trabalho pelos jesuítas de hoje.

Read More →
Compartilhe:

O Pateo do Collegio é uma obra apostólica da Companhia de Jesus que, à luz da fé cristã e da espiritualidade inaciana, visa ajudar a promover a dignidade da pessoa humana, através de atividades histórico-culturais e religiosas.

Ajudar é a finalidade da Companhia de Jesus, tal qual é expresso na Fórmula do Instituto: “O fim da Companhia não é somente ocupar-se, com a graça divina, da perfeição e salvação das almas próprias, mas, com esta mesma graça, esforçar-se por ajudar a salvação e  perfeição das do próximo.” Ajudar é a razão de ser da Companhia. A Congregação Geral XXXIV, diz que “a vocação de ajudar (oferecer ajuda) está sempre intrinsicamente ligada a receber ajuda”. Os jesuítas não são somente “homens para os outros”, são também “homens com os outros”. A reciprocidade (ajudar – receber ajuda) exige “estarmos dispostos a cooperar, escutar e aprender a partilhar nossa herança espiritual e apostólica. “Ser ‘homens para os outros’ é um aspecto central de nosso carisma e aprofunda nossa identidade” (d.13, n.4).

A principal atividade na realização da missão no Pateo do Collegio, incluído o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, em Embu das Artes, é a memória, a pesquisa histórica e a divulgação, através dos dois Museus e da nossa biblioteca especializada, da história das cidades de São Paulo e Embu das Artes, na origem das quais estão os jesuítas, assim como da história da Companhia de Jesus no Brasil. Sem memória não há possibilidade de um presente fecundo e de um futuro atraente e luminoso. Ao olhar para o passado, nós compreendemos, entre outros, que não foram as estruturas a causa do dinamismo da Companhia de Jesus, mas a coerência a um projeto apostólico muito bem discernido e definido que levava em consideração as circunstâncias de tempo, lugar e cultura.

O Pateo do Collegio promove a democratização da cultura através de ciclos de debates, cursos e concertos de música clássica. O diálogo com a Cultura é um dos grandes desafios do tempo presente. A nossa posição, no Coração de São Paulo, nos impele a aprofundar este aspecto tão importante de nossa missão. Desde as suas origens, a Companhia de Jesus sempre esteve inserida na cultura dos povos a que foi enviada sem, contudo, perder a visão universal.

Através da celebração da Eucaristia, cursos, noites de espiritualidade, grupos de espiritualidade inaciana, o Pateo do Collegio promove não somente a celebração do mistério de Deus, como também a reflexão e o consequente aprofundamento da fé cristã.

Read More →
Compartilhe: