Protocolo de reabertura do Museu Anchieta do Pateo do Collegio (São Paulo) e do Museu de Arte Sacra dos Jesuítas (Embu das Artes) Em decorrência da pandemia do Covid-19

Exemple

Protocolo de reabertura do

Museu Anchieta do Pateo do Collegio (São Paulo) e do

Museu de Arte Sacra dos Jesuítas (Embu das Artes)

Em decorrência da pandemia do Covid-19

 

 

Protocolo do Museu de Anchieta

 

Funcionamento

  1. O horário de funcionamento do museu será, inicialmente, de terça a sábado das 9h às 15h, podendo ser revisto de acordo com a situação da Pandemia e as orientações das autoridades sanitárias.

Equipamentos

  1. Balcão de atendimento, contendo barreira acrílica entre o visitante e a recepcionista;
  2. Totem com álcool em gel na entrada do circuito de visitação.

Procedimentos de atendimento

  1. A capacidade máxima de visitantes no interior do museu é limitada a 18 pessoas, divididas em dois grupos de 9 pessoas, cada um dos quais será́ acompanhado por um monitor do MA;
  2. De modo a cumprir a orientação das autoridades públicas relativas à proibição da formação de aglomerações e ao respeito do distanciamento social, não é permitida a permanência de indivíduos sentados nos bancos na recepção e no interior do museu.

Procedimentos para a entrada do visitante

  1. Só é permitida a entrada no museu de pessoas portando máscara de forma adequada (cobrindo o nariz e boca), excetuando-se aquelas com menos de dois anos de idade;
  2. O visitante deve: 1º) adquirir o ingresso; 2º) guardar bolsas, sacolas e demais pertences no armário, higienizar as mãos antes e após mexer nos armários. Não será permitida a manipulação do aparelho celular durante tempo algum da visita, devendo o mesmo ser guardado no armário junto aos demais pertences.
  3. Não é permitida a permanência de mais de 2 visitantes simultaneamente no interior da recepção, a não ser que pertençam ao mesmo núcleo familiar. Caso haja a necessidade de espera, a fila será organizada no jardim interno do Pateo do Collegio, respeitando a sinalização sobre o piso.
  4. A entrada para visitação deverá ocorrer em horários pré-definidos:
9h00 09h30
10h00 10h30
11h00 11h30
12h00 12h30
13h00 13h30
14h00 14h10

Todas as visitas serão guiadas exclusivamente, durante o tempo da pandemia, pelos monitores do Museu Anchieta e terão duração máxima de 40 minutos;Circuito de visitação

  1. Os agendamentos poderão ser feitos desde que respeitem os horários e quantidade de visitantes acima definidos;
  1. Havendo necessidade de alimentação, antes ou após o horário do agendamento, por parte dos grupos agendados, isto só poderá ocorrer caso optem por consumir os produtos comercializados no Café do Pateo, e nas mesas indicadas para tal.
  1. O visitante deve manter o distanciamento social de 2 metros durante todo o percurso;
  2. Será informada pelo monitor a capacidade máxima de cada sala do percurso.

Higienização do circuito expositivo

  1. Há sanitários disponíveis para o público no jardim interno do Pateo do Collegio;
  2. Não há bebedouro no edifício;
  3. As portas cuja manipulação seja necessária, por parte dos visitantes, serão higienizadas com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação;
  4. Os corrimãos das escadas serão higienizados com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação;
  5. O armário da recepção será higienizado com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação.

Maiores informações sobre ingressos e agendamentos (11) 3105-6899
Contato: agendamento@pateodocollegio.com.br

 

Protocolo de reabertura do Museu de Arte Sacra dos Jesuítas

 

Funcionamento

  1. O horário de funcionamento do museu será, inicialmente, de quarta a sexta das 9h00 às 12h00 | 13h00 às 15h00, e aos sábados, domingos e feriados das 12h00 às 17h00, podendo este horário ser revisto de acordo com a situação da Pandemia e as orientações das autoridades sanitárias.

 

Placas informativas

  1. À entrada do museu, do lado externo, há placa informativa indicando horário de funcionamento, valores e regras da instituição para a visita ao MASJ. Há também placa informativa com orientações acerca do distanciamento social e de boas práticas de higiene que são obrigatórias no interior do prédio.

 

Equipamentos

  1. Balcão de atendimento, contendo barreira acrílica entre o visitante e a recepcionista;
  2. Totem e dispenser contendo álcool em gel, um na entrada do circuito de visitação; outro junto ao armário onde os visitantes devem deixar bolsas e sacolas;
  3. Termômetro digital para aferição da temperatura;
  4. Máscara de proteção do tipo face shield para os colaboradores que estão em contato direto com o público.

 

Procedimentos de atendimento

  1. A capacidade máxima de visitantes no interior do museu é limitada a 20 pessoas;
  2. De modo a cumprir a orientação das autoridades públicas relativas à proibição da formação de aglomerações e ao respeito do distanciamento social, não é permitida a permanência de indivíduos sentados na escada de entrada para o museu.
  3. Visitas espontâneas de indivíduos e pequenos grupos são permitidas, respeitando a capacidade máxima de visitantes preestabelecida. Quando atingida a capacidade máxima, as pessoas devem aguardar a saída dos visitantes, para poder adentrar ao prédio.

 

Procedimentos para a entrada do visitante

  1. Antes de entrar no museu, a temperatura do visitante é aferida pelo segurança. Caso a medição seja superior a 37,5ºC, a pessoa será impedida de entrar, em conformidade com as orientações das autoridades públicas.
  2. Só é permitida a entrada no museu de pessoas, com mais de dois anos de idade, portando máscara de forma adequada (cobrindo o nariz e boca);
  3. O visitante deve: 1º) adquirir o ingresso; 2º) guardar bolsas, sacolas e demais pertences no armário, higienizar as mãos antes e após mexer nos armários.
  4. Quando terminado o atendimento na recepção, e as pessoas já estiverem dentro do circuito de visitação, o segurança fará a liberação da entrada do visitante da vez a ser atendido.

 

Circuito de visitação

  1. O visitante deve manter o distanciamento social de 2 metros entre uma pessoa e outra durante todo o percurso;
  2. Visitas guiadas serão realizadas somente com agendamento prévio. O grupo é de no máximo 10 pessoas, e duração de 40 minutos.

 

Higienização do circuito expositivo

  1. Não há banheiro público no edifício;
  2. Não há bebedouro no edifício;
  3. Não há portas cuja manipulação seja necessária, por parte dos visitantes;
  4. Os corrimãos serão higienizados com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação;
  5. O armário da recepção será higienizado com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação.

Maiores informações sobre ingressos e agendamentos (11) 4704-2654
Contato: masj@pateodocollegio.com.br

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Protocolo de reabertura do Museu de Arte Sacra dos Jesuítas

Em decorrência da pandemia do Covid-19

 

Funcionamento

  1. O horário de funcionamento do museu será, inicialmente, de quarta a sexta das 9h00 às 12h00 | 13h00 às 15h00, e aos sábados, domingos e feriados das 12h00 às 17h00, podendo este horário ser revisto de acordo com a situação da Pandemia e as orientações das autoridades sanitárias.

 

Placas informativas

  1. À entrada do museu, do lado externo, há placa informativa indicando horário de funcionamento, valores e regras da instituição para a visita ao MASJ. Há também placa informativa com orientações acerca do distanciamento social e de boas práticas de higiene que são obrigatórias no interior do prédio.

 

Equipamentos

  1. Balcão de atendimento, contendo barreira acrílica entre o visitante e a recepcionista;
  2. Totem e dispenser contendo álcool em gel, um na entrada do circuito de visitação; outro junto ao armário onde os visitantes devem deixar bolsas e sacolas;
  3. Termômetro digital para aferição da temperatura;
  4. Máscara de proteção do tipo face shield para os colaboradores que estão em contato direto com o público.

 

Procedimentos de atendimento

  1. A capacidade máxima de visitantes no interior do museu é limitada a 20 pessoas;
  2. De modo a cumprir a orientação das autoridades públicas relativas à proibição da formação de aglomerações e ao respeito do distanciamento social, não é permitida a permanência de indivíduos sentados na escada de entrada para o museu.
  3. Visitas espontâneas de indivíduos e pequenos grupos são permitidas, respeitando a capacidade máxima de visitantes preestabelecida. Quando atingida a capacidade máxima, as pessoas devem aguardar a saída dos visitantes, para poder adentrar ao prédio.

 

Procedimentos para a entrada do visitante

  1. Antes de entrar no museu, a temperatura do visitante é aferida pelo segurança. Caso a medição seja superior a 37,5ºC, a pessoa será impedida de entrar, em conformidade com as orientações das autoridades públicas.
  2. Só é permitida a entrada no museu de pessoas, com mais de dois anos de idade, portando máscara de forma adequada (cobrindo o nariz e boca);
  3. O visitante deve: 1º) adquirir o ingresso; 2º) guardar bolsas, sacolas e demais pertences no armário, higienizar as mãos antes e após mexer nos armários.
  4. Quando terminado o atendimento na recepção, e as pessoas já estiverem dentro do circuito de visitação, o segurança fará a liberação da entrada do visitante da vez a ser atendido.

 

Circuito de visitação

  1. O visitante deve manter o distanciamento social de 2 metros entre uma pessoa e outra durante todo o percurso;
  2. Visitas guiadas serão realizadas somente com agendamento prévio. O grupo é de no máximo 10 pessoas, e duração de 40 minutos.

 

Higienização do circuito expositivo

  1. Não há banheiro público no edifício;
  2. Não há bebedouro no edifício;
  3. Não há portas cuja manipulação seja necessária, por parte dos visitantes;
  4. Os corrimãos serão higienizados com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação;
  5. O armário da recepção será higienizado com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação.

 

Maiores informações sobre ingressos e agendamentos (11) 4704-2654
Contato: masj@pateodocollegio.com.br
Read More →
Compartilhe:
Exemple
Protocolo do Museu Anchieta
Para o período da pandemia do Covid-19
Funcionamento

1. O horário de funcionamento do museu será, inicialmente, de terça a sábado das 9h às 15h, podendo ser revisto de acordo com a situação da Pandemia e as orientações das autoridades sanitárias.

Equipamentos
  1. Balcão de atendimento, contendo barreira acrílica entre o visitante e a recepcionista;
  2. Totem com álcool em gel na entrada do circuito de visitação.
Procedimentos de atendimento
  1. A capacidade máxima de visitantes no interior do museu é limitada a 18 pessoas, divididas em dois grupos de 9 pessoas, cada um dos quais será acompanhado por um monitor do MA;
  2. De modo a cumprir a orientação das autoridades públicas relativas à proibição da formação de aglomerações e ao respeito do distanciamento social, não é permitida a permanência de indivíduos sentados nos bancos na recepção e no interior do museu.
Procedimentos para a entrada do visitante
  1. Só é permitida a entrada no museu de pessoas portando máscara de forma adequada (cobrindo o nariz e boca), excetuando-se aquelas com menos de dois anos de idade;
  2. O visitante deve: 1o) adquirir o ingresso; 2o) guardar bolsas, sacolas e demais pertences no armário, higienizar as mãos antes e após mexer nos armários. Não será permitida a manipulação do aparelho celular durante tempo algum da visita, devendo o mesmo ser guardado no armário junto aos demais pertences.
  3. Não é permitida a permanência de mais de 2 visitantes simultaneamente no interior da recepção, a não ser que pertençam ao mesmo núcleo familiar. Caso haja a necessidade de espera, a fila será organizada no jardim interno do Pateo do Collegio, respeitando a sinalização sobre o piso.
  4. A entrada para visitação deverá ocorrer em horários pré-definidos:

Grupo 1

Grupo 2

9h00

9h10

10h00

10h10

11h00

11h10

12h00

12h10

13h00

13h10

14h00

14h10

Circuito de visitação
  1. Todas as visitas serão guiadas exclusivamente, durante o tempo da pandemia, pelos monitores do Museu Anchieta e terão duração máxima de 40 minutos;
  2. Os agendamentos poderão ser feitos desde que respeitem os horários e quantidade de visitantes acima definidos;

a. Havendo necessidade de alimentação, antes ou após o horário do agendamento, por parte dos grupos agendados, isto só poderá ocorrer caso optem por consumir os produtos comercializados no Café do Pateo, e nas mesas indicadas para tal.

3. O visitante deve manter o distanciamento social de 2 metros durante todo o percurso;

4. Será informada pelo monitor a capacidade máxima de cada sala do percurso.

Higienização do circuito expositivo
  1. Há sanitários disponíveis para o público no jardim interno do Pateo do Collegio;
  2. Não há bebedouro no edifício;
  3. As portas cuja manipulação seja necessária, por parte dos visitantes, serão higienizadas com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação;
  4. Os corrimãos das escadas serão higienizados com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação;
  5. O armário da recepção será higienizado com álcool 70% no início, no meio e no final do expediente de visitação.
                      
    
    São Paulo, 13 de outubro de 2020
    
Read More →
Compartilhe:
Exemple

Para celebrarmos juntos o dia de Santo Inácio de Loyola e termos um momento de meditação, o Pe. Carlos Alberto Contieri, SJ – Superior do Núcleo Apostólico de São Paulo e Sul de Minas – convida para a Vigília “Inácio entre nós”, que acontecerá no dia 30 de Julho de 2020, às 20h30, com transmissão ao vivo pelo site www.vigiliasantoinacio.com.br

A Vigília foi organizada com apoio do Pateo do Collegio e do Colégio São Luís e contará com a participação de todas as obras do Núcleo Apostólico São Paulo e Santa Rita do Sapucaí:

Anchietanum
Casa de acolhida dos Migrantes
Fé e Alegria
Casa de Saúde e Bem-estar Nossa Senhora da Estrada
Centro Universitário da FEI
Colégio São Francisco Xavier
Colégio São Luís
Edições Loyola
ETE Santa Rita do Sapucaí – MG
Museu de Arte Sacra dos Jesuítas
OCA
Paróquia São Luís Gonzaga
Apostolado da Oração e MEJ
Pateo do Collegio
Santa Fé

Read More →
Compartilhe:
Exemple

Dando continuidade as publicações do mês de Anchieta e as postagens relacionadas à vida e obra do apóstolo do Brasil, no dia de hoje falaremos sobre um momento que marcou o imaginário popular associado à São José de Anchieta e foi eternizado em 1901 no quadro “O Poema à Virgem” de Benedito Calixto.

Esse momento faz referência a um episódio da Confederação dos Tamoios, conflito que ocorreu entre 1554 e 1567 envolvendo indígenas e europeus de ambos os lados e culminou com a expulsão de indígenas e franceses estabelecidos na região da Baía da Guanabara. O episódio, conhecido na história como “A Paz de Iperoig”, ocorreu em 1563 e foi uma tentativa de por fim à guerra que se alastrava pela capitania de São Vicente. Durante as negociações de paz, São José de Anchieta se ofereceu para ser mantido cativo dos indígenas tamoios na região de Ubatuba, local onde o santo escreveu seu poema nas areias da praia.

Composto por 5.786 versos, o poema dedicado à Virgem Maria intitulado “Poema da Bem-aventurada Virgem Maria Mãe de Deus” foi posteriormente registrado em papel por São José de Anchieta, o que permitiu que essa obra chegasse até nós na atualidade. Para conhecer mais sobre está obra, disponível na íntegra na biblioteca P. Antônio Vieira, e sobre a história dos jesuítas, visitem o Pateo do Collegio!! #vempropateo

Read More →
Compartilhe:
Exemple
Seguindo a orientação do Governo do Estado de São Paulo, o Pateo do Collegio ficará fechado por tempo indeterminado. Todas as atividades presenciais estão suspensas. Esperamos, em breve, reabrirmos nossas portas! Juntos vamos colaborar para reduzirmos as possibilidades de contaminação, garantindo a segurança e saúde de nossa comunidade.
Durante esse período, conteúdos sobre nossa programação e acervo poderão ser consultados em nossos canais digitais:
Youtube
Facebook
Instagram
pateodocollegio.com.br
Read More →
Compartilhe:
Exemple

Em atenção a recomendação do Governo do Estado de São Paulo, o Pateo do Collegio informa que o Museu Anchieta e o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, em Embu, estarão fechados a partir de amanhã, 17/03/2020.
O Café do Pateo, por estar localizado em jardim aberto e arejado, continuará funcionando normalmente. Todas as medidas de segurança necessárias e sugeridas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), pelo Ministério e Secretarias Municipal e Estadual da Saúde estão sendo aplicadas e reforçadas para a contenção do COVID-19.
Acompanhe nossas redes sociais para atualização de nossa agenda.

Read More →
Compartilhe:
Exemple

 História do Pateo do Collegio: roteiros no local de origem da cidade

Inscrições abertas

 

No próximo dia 1º de abril, o Museu Anchieta promoverá mais uma edição do minicurso sobre a história do Pateo do Collegio. Esta atividade é voltada aos profissionais de Turismo, guias e agentes culturais como subsídio para suas monitorias em nossa Instituição.

 

As inscrições serão realizadas por email (agendamento@pateodocollegio.com.br) e será cobrada uma taxa de R$ 15 (quinze reais) para realização do minicurso. Todos os que participarem da atividade receberão em seu email de cadastro o material de apoio (um resumo das informações explanadas durante o curso) e o certificado.

 

Dúvidas e sugestões, favor entrar em contato no email museu@pateodocollegio.com.br

ou pelo telefone (11) 3105-6899

 

Read More →
Compartilhe:
Exemple

En’Canto das Artes

Museu de Arte Sacra dos Jesuítas
Dia 14 de dezembro de 2019 – 15 horas

PROGRAMA

  • Enquanto no Campo

Canção Folclórica Austríaca

  • Aleluia

De: “Messias” Handel

  • Chorinho Natalino

Letra e Música de José Vieira Brandão

  • Adeste Fidelis

Eithne Ni Bhraonain / Nicky Ryan

  • Psallite

De: Michael Praetorius

Arranjo: John Leavitt,

Tradução Clério Ximenes

  • Meia noite cristãos

De: Capeau de Roquemaure,

Tradução: Adelina Cerqueira Leite

  • A oferta perfeita

Melodia Alemã, Harm: Michael Praetorius,

Letra de Adelina Cerqueira Leite

  • Noite Feliz

De: Franz Gruber

Arranjo: Damiano Cozzella

 

En’Canto das Artes

O Coral En’Canto das Artes, com 5 anos de existência, trabalha com seus coralistas em gêneros ecléticos de repertório a Capella, entre eles: MPB, Negro Spiritual, Sacro, Clássico, Erudito. O coral hoje conta com 20 integrantes, munícipes de Embu das Artes e de diversas áreas e profissões como: professores, artistas plásticos, contadores, estudantes, arquitetos, engenheiros, psicólogos; que realizam ensaios regularmente, exercitando música teórica, técnica vocal e harmonia, através do repertório proposto pelo regente, dando oportunidade de formação musical básica e canto básico a seus integrantes. O coral conta com a regência de Eduardo Ribeiro.

FICHA TÉCNICA

CONTRALTO: Angela Oliveira, Elza, Maria Rita, Maria Julia, Maristela, Monica, Nilva, Sandra, Vera, There

SOPROANO: Angela Toledo, Fabiana, Lilian, Maria Cecilia, Maria Fernanda, Nádia, Sheila

TENORES: Agnelo, Leonel, Marcio, Sergio, Tunico

BAIXO: Edgard, Geraldo, Marco Antonio, Jose, Olavo

Maestro: Eduardo Ribeiro

Teclado: Mitiko

Read More →
Compartilhe:
Exemple

“E o Verbo de Deus se fez carne”.

 

Oferecemos à Comunidade, no Tempo do Advento, a oportunidade de um momento de reflexão e oração que ajude a compreender e a rezar o Mistério de Deus.

Dia 11 de Dezembro, quarta-feira, às 19h na Igreja de São José de Anchieta, no Pateo do Collegio. Entrada pela Lojinha/Estacionamento.

 

Read More →
Compartilhe: